Demos

Friday, 8th November – 12:15 – 14:00

Vehículo Movido a ár

Miram Takahace and Andréa Bucciarelli Andreetta

No nosso dia a dia podemos perceber a presença do ar apenas sentindo a brisa suave no rosto, observando as folhas balançando nas árvores ou com a nossa respiração, sentindo o ar que entra e sai dos nossos pulmões. Mas, para de fato comprovarmos que o ar está em toda parte e preenche os espaços vazios, fizemos a experiência da bexiga e construímos um carrinho movido a ar. Para a confecção do carrinho, os alunos utilizaram papelão, rodas de madeira, canudo biodegradável, palito de churrasco, cola de silicone, fita crepe, bexiga e canetinha.

Jogo Locativo Urbano

 

Miriam Takahace and Ana Paula Petricelli

O locativo urbano é um jogo de percurso que desenvolve a Aprendizagem Criativa, onde os alunos trabalharam de forma colaborativa, pensando no processo de construção e resolvendo problemas ao longo do projeto. Usando materiais diversos, colocando a “mão na massa”, desenvolvendo várias ideias e descobrindo novos caminhos. O objetivo do jogo é percorrer com o carrinho o percurso descrito no cartão sorteado, do local de partida até o local de destino. Para se locomover o carrinho tem um imã na sua base e uma vareta com outro imã na sua ponta

Digestive System

 

Silvana Regina Silveira Scavone, Tatiana Feldman and Miriam Takahace.

“Where does the poop come from?” The student’s curiosity has resulted in an Interactive Game that shows every step of the food digestion process. They made the Digestive System using play doh, recorded the explanation of the function of each organ using Scratch and Makey Makey to make an interactive game.

Interactive Book (Quiet Book)

Cleo Bortolucci, Silvana Regina Silveira Scavone and Miriam Takahace.

Who doesn’t like to hear a good story? A 4th grade Literature Project . In a partnership between the library and teachers, the students created interactive books for children between two and three years old, that bring together literature, art and digital resources. These books are now available in the School Library.

Saturday, 9th November – 12:40 – 14:30

Micromundo Sala de Brinquedos

Veronica Gomes Santos, Sara Ribeiro Pinheiro Lima and Regina Maura Mazzari Viegas.

A primeira infância é uma etapa da vida em que a curiosidade e a criatividade são expressivas em todos os momentos. Porém a entrada na rotina escolar tende a estreitar cada vez mais as oportunidades de livre expressão, descobertas e liberdade criativa em prol de uma formalidade e burocracia educacional. O workshop “Micromundo Sala de Brinquedos” a partir da vivência de uma proposta “mão na massa” visa promover a reflexão da importância do brincar para o aprendizado e o quanto a intencionalidade pedagógica em atividades simples pode promover a construção do conhecimento. Espera-se que ao final os participantes compreendam a importância do trabalho com micromundos para uma aprendizagem mais ativa e criativa desde a primeira infância, bem como sejam capazes de criar os seus próprios micromundos de interesse.

Laboratorios Remotos

Martin Zanoniani.

The objective of the presentation is to tell the experience of UTEC with the Remote Laboratories and explain the methodology we use when converting a laboratory practice to a Remote Laboratory practice. The project is directly linked to digital manufacturing in education because it shows how students together with teachers can develop a solution for access to practices that can be used by themselves and by the community through the internet. It also allows participants to acquire knowledge about ICTs, learn about the control possibilities through the internet of different components and that they can apply the solution in other contexts.

Projeto Cada um na sua Tribo

Christiane Toledo Aragão, Andrea Andreeta and Maria Silvia Brega.

Nosso trabalho foi marcado pelas descobertas, visto que as mensagens traziam aspectos da cultura e natureza indígena. O uso da tecnologia foi um aliado para tornar o jogo mais atrativo. Durante este projeto, tivemos a oportunidade de desconstruir preconceitos ao conhecer as diversas nações indígenas existentes e reconhecer o valor e a importância de cada uma delas existir. Trabalhar em equipe possibilitou a socialização, a troca de conhecimentos, a ampliação do vocabulário, o desenvolvimento do raciocínio lógico, a resolução de problemas e agilidade no cumprimento dos objetivos. Houve o engajamento do grupo e a construção significativa e ativa do conhecimento. As crianças colocaram a mão na massa e aprenderam a montar o circuito do motor e se divertiram com a experiência.